--> Me, myself and I...: Eu

domingo, janeiro 15, 2006

Eu

Sou eu.
Sou-o embrulhada num líquido denso, mordendo os lábios vermelhos acinzentados, enganando a língua que parece colada ao céu da boca ... bloqueando todas as palavras, engolindo-as mais uma vez. Humedeço esta melancoolia breve e intensa e, de olhos fechados, consigo ingeri-la.
Sou eu.
Sou-o com medo, com alguma arrogância, com alguma demência.
Sou-o com alguma respiração irregular, algumas veias salientes nas mãos, alguns fechares de olhos sombriamente assustadores.
Sou-o sem nunca medir nem preferir nenhum pedaço meu ao outro, nem odiá-los sequer.
Sou-o, por vezes, meio morta: nunca tive gládios nem lenha para acender fogueiras e começar batalhas, mas o meu peito sempre flamejou.
Senti falta de magnificência, sempre me exigi coisas antitéticas, impossíveis... e sempre sorri estupidamente quando me apercebia destes meus desejos dissemelhantes;mas continuo a desejá-los.
Eu sou a cera quente a derreter-se sobre forma de gota sobre a pedra, sou o redondo a ficar quadrado, e depois, novamente redondo...
Eu remeto-me para chocolate quente salpicado de sal fino.
Eu grito interiormente, sonho Primaveras cinzentas, bancos de madeira pseudo-desfeitos.
Eu entretenho-me, mas não me completo. Eu choro e o som desse choro é o meu próprio sorriso.
Eu repudio-me, subjugo as minhas palavras à queda, ao vazio.
Eu suspiro ao mesmo tempo e o mesmo ar que expiro.
Eu vivo num compasso estranho, mas vivo.
Quem serei, não me interessa.



Raquel

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

TU é muito bom... lol mm mt bom... nem acredito q ng tenha comentado. agora a sério, estah muito bem escrito e tem imagens poderosissímas... quase tanto como a tua ;) *

J.pequena (lol)

11:45 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home