--> Me, myself and I...

terça-feira, janeiro 24, 2006

Se os nossos sentidos fossem perfeitos, não precisávamos de inteligência; nem as ideias abstractas de nada nos serviriam. A imperfeição dos nossos sentidos faz com que não concordemos em absoluto sobre um objecto ou um facto do exterior. Nas ideias abstractas concordamos em absoluto.
Dois homens não vêem uma mesa da mesma maneira; mas ambos entendem a palavra «mesa» da mesma maneira. Só querendo visualizar uma coisa é que divergirão; isso, porém, não é a ideia abstracta da mesa.

Fernando Pessoa, in 'Ricardo Reis - Prosa'

1 Comments:

Anonymous Marta* said...

"Não somos uma tábua rasa"!... a vida esreve em nós! A "mesa" aqui funciona como o clássico exemplo da "nuvem"... Duas pessoas que olham para a mesma nuvem conseguem ver as mais distintas e variadas coisas... a não ser que se expliquem e conseguirão ver o mesmo... mas lá está, é a necessária interpretação, a explicação dos distintos pontos de vista, os porquês de cada um, o raciocínio... E estas interpretações não são mais do que a conjugação da "bagagem" da Vida de cd um de nós*

1:12 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home